Home / NA LATA / NA LATA: Aqui a conversa não faz curva.

NA LATA: Aqui a conversa não faz curva.


AQUI A CONVERSA NÃO FAZ CURVA.

Banner-na-lata

Obs.: As informações abaixo são de bastidores e, por tanto, extraoficiais. O quandro “NA LATA” retrata apenas a opinião da redação.

BOCAIUVA.

Ironia do destino:

Na eleição para Prefeito de Bocaiuva no ano passado (2016) o então candidato Robertão se preparava para vencer a disputa quando na reta final uma denúncia de que o mesmo estaria articulando para retirar o Delegado Leonardo Diniz da comarca de Bocaiuva fez desabar a campanha do 55. Com a denúncia, Robertão caiu em desgraça perante a opinião pública e quem se aproveitou da situação foi a sua adversária Marisa Alves que venceu a disputa e tornou-se Prefeita. Por ironia do destino, após quase 07 meses das eleições, a Prefeita é citada em Boletim de ocorrência querendo fazer com um Capitão da PM o que supostamente Robertão queria fazer com o Delegado ( Sumir do mapa). “Pau que dá em Chico, também deveria dar em Francisco”, mas em Bocaiuva pesa muito a regra da conveniência e neste sentido aqueles que esbravejaram no passado, agora seguem mudos e calados.

 

BOCAIUVA.

Já parou para pensar???

Em nota, a Prefeita Marisa Alves explicou que, durante a confusão no “Axé Boc”, foi ao Quartel da PM para defender as mulheres supostamente agredidas pelos policiais e não para ajudar um correligionário detido como disseram alguns membros da oposição. Menos mal, afinal, se por um correligionário preso, a Prefeita teria decidido ir até o quartel para intervir no fato, imagine se a mesma trabalhasse na Prefeitura na administração passada??? Era bem provável que a mesma tivesse que montar acampamento na sede da Polícia, afinal, difícil era uma semana em que alguém da confiança do Prefeito não era preso. Nesse ponto, percebe-se que, no quesito tranquilidade, podemos dizer que Marisa precisa aprender muito com Ricardo Veloso o qual era tranquilo até demais.

 

ENG. NAVARRO.

Não mudou nada:

O grupo político que hoje administra Engenheiro Navarro foi implacável com o Ex-prefeito Paulo Afonso quando o mesmo, a época de sua gestão, encheu os quadros de funcionários da Prefeitura Municipal com contratações de parentes. Porém, de uma administração para outra, só mudaram os nomes, mas as contratações de parentes continuam. Entre cunhados, irmãos, esposas e sobrinhos, os chefes do executivo vem conseguindo garantir o emprego da família. Para não dizer que está tudo como estava, uma coisa mudou em Engenheiro Navarro no que se refere as opiniões. Aqueles que antes condenavam Paulo Afonso por tais práticas, agora se mantém calados. Por que será??

GUARACIAMA.

Só ficaram dois:

O clima em Guaraciama é de eleição e a disputa, que antes contava com cinco candidatos, agora se mostra com apenas dois nomes. O Jovem Rafael Veloso (pelo 15) contra o experiente Filomeno Figueiredo (pelo 45). O novato Rafael surpreendeu e conseguiu permanecer na disputa colocando para fora do cenário eleitoral dois políticos tradicionais da cidade (Tião Noronha e Zemar). Para completar, o jovem advogado ainda conseguiu o apoio de um dos desistentes (Tião Noronha) e do seu principal apoiador (Adevaldo Praes) e ainda está perto de fechar mais um acordo, desta vez, com o outro desistente (Zemar). Do outro lado, Filó já está com o grupo montado e segue em campanha a todo vapor. Com uma campanha nitidamente mais fortalecida financeiramente, Filomeno tem investido em vídeos na internet e também nos comícios em espaços abertos. Já Rafael tem apostado nas visitas as comunidades rurais e no “corpo a corpo” com a população.

OLHOS D’ÁGUA.

“Sinuca de bico”:

A vida do atual Prefeito olhosdaguense não está nada fácil. Rone Douglas herdou o Executivo Municipal com muitos problemas. O pior é que o mesmo não pode, se quer reclamar, afinal, era ele o Vice-prefeito de Olhos D’água na administração passada. Com isso Rone Douglas fica em uma verdadeira “sinuca de bico” e não sabe como fazer para explicar a população por qual motivo tanta demora na execução de manutenção de obras e projetos iniciados na administração anterior. Nessa história, a população já se mostra impaciente, principalmente o homem do campo que já não aguenta mais as condições precárias que se encontram as estradas.

Um comentário

  1. Romair Silva

    Bom, vamos lá né?
    “Rivalidade política?”, não diria assim, pois de minha parte nunca houve essa rivalidade e nem carrego essa palavra no meu dicionário, apenas procuro exercer o meu direito de cidadão que vive em um país democrático. Acredito, neste sentido, que se trate mais de ignorância política, “politicagem” mesmo. Apesar de ter manifestado ao prefeito atual meu interesse em estar lhe ajudando na área, o mesmo friamente disse não. Tenho bons relacionamentos com o vice-prefeito Gilson Murta, que inclusive já me disse que eu deveria assumir a função que nos últimos quatro anos procurei desempenhar de forma responsável, equilibrada, com prazer e satisfação, mas não foi a vontade do atual prefeito.
    Eu realmente fico sem palavras para agradecer a população que tem se manifestado ao meu favor nas redes sociais, como os internautas puderam ver. O meu muito obrigado novamente. Mas, infelizmente, parece que a vontade do povo navarrense não significa nada na gestão atual. Importante parece ser o jogo politiqueiro de interesses pessoais.
    Minha insatisfação com a gestão “Paulo Afonso” foi manifestada em reuniões por várias vezes e minha subida no palanque não foi, senão, um meio de agradecer pela confiança em mim depositada, apesar de não ter assumido uma secretaria propriamente dita, o que proporcionaria muito mais oportunidades para o desenvolvimento ainda melhor do trabalho. Mesmo assim, procurei focar no que Navarro precisaria para “alavancar” na cultura local.
    Não quis manifestar de forma contundente em favor da Administração “Cuidando da Nossa Gente” exatamente por essa minha insatisfação que, a meu ver, seria um direito meu em manifestar ou não, votar ou não.
    Porém, em momento algum esperei ou pedi “ajuda” de familiares, como enunciado na matéria em que menciona Liu da Copasa. Acreditei em alguns “do grupo de Gê da Saúde”, que poderiam, no meu pensar, ter manifestado a meu favor, mas, infelizmente, no jogo politiqueiro ninguém é confiável.
    Agora, fico sim, com o prazer de ter uma população a meu favor, consequentemente, em favor de um bom trabalho que foi realizado durante esses quatro anos. Fico muito feliz com as manifestações e agradeço a cada um que às vezes com poucas linhas escreveu algo me dando esse apoio, elogiando, incentivando. Como disse, estou à disposição. Deixo o meu abraço a todos; e a você, Ricardo Sena, que foi um dos que reconheceram o meu trabalho aqui em Navarro, o meu muito obrigado mesmo.
    Deus abençoe a todos.

    Um abraço,

    Romair Silva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by rsena.com.br