Home / Homenagens e Histórias / ETERNO PREFEITO WANDCK DUMONT: Homenageado desta semana do Site RSena.

ETERNO PREFEITO WANDCK DUMONT: Homenageado desta semana do Site RSena.

Todas as semanas, o Site RSena homenageará personagens ilustres da história de Bocaiuva, Eng. Navarro, Olhos D’água e Guaraciama. O principal objetivo do RSena é levar ao conhecimento do leitor um pouco da história daqueles que contribuíram com o desenvolvimento político, cultural e social em suas respectivas cidades. O Primeiro homenageado da nossa coluna “Homenagens e Histórias” é o bocaiuvense: WANDICK DUMONT:

wan_dyck_bocaiuva

No dia 06 de Abril deste ano (2017) Wandick Dumont completaria 100 anos. O eterno prefeito, como é chamado pelos bocaiuvenses, nasceu no do 06 de Abril de 1917 em Conceição do Barreiro (hoje Francisco Dumont) e faleceu em 13 de Maio de 2007 deixando, além de muitas saudades, vários exemplos a serem seguidos. Na política, Wandick exerceu seus três mandatos como prefeito de Bocaiuva de forma visionária, bem além do seu tempo. Era preocupado com as questões sociais, não esperava os problemas chegarem, pelo contraio, ia sempre de encontro ou até mesmo se antecipava aos mesmos. Além disso, cuidava do homem do campo como se estivesse cuidando dos próprios filhos. Wandick fazia o perfil “estilo a moda antiga” quando se tratava de ser educado, receptivo, atencioso e cumpridor da palavra, mas também se mostrava moderno em sua preocupação em fazer com que a cidade trilhasse os caminhos da modernidade. A ampliação do sistema de iluminação e o calçamento de ruas são apenas algumas de suas inúmeras marcas registradas como gestor público. Wandick pensava lá na frente e até hoje os populares se perguntam: “Como pode a mais de 50 anos alguém ter a idéia de construir a grande Barragem do Onça prevendo que nos dias de hoje poderíamos nos valer desse projeto a fim de minimizar os efeitos da chamada crise hídrica que assola nossa cidade??”.  Aliás, é impossível se imaginar Bocaiuva nos dias de hoje sem as obras do Wandick Dumont. Wandick era amigo de todos e era uma “cara legal” também com os jovens. Quem poderia imaginar Banda Reflexo, dentre outros artistas e bandas renomadas, tocando na cidadezinha morena que nunca tinha visto tanta festa e tanto chopp? A festa do centenário de Bocaiuva, na gestão do ex-prefeito Wandick, ainda hoje é inesquecível e considerada a melhor de todos os tempos na cidade.

CAUSOS:

Reza a lenda que Wandick, sempre muito receptivo e educado, gostava de cumprimentar a todos sem exceção. “Outro dia” indo para sua fazenda em Francisco Dumont reclamou com seu motorista da falta de educação de um conterrâneo ao qual não teria retribuido ao seu aceno (cumprimento). Foi quando o motorista revelou: ” Fique tranquilo Sr. Wandick, na verdade, para quem o senhor acenou na estrada não se tratava de um eleitor, mas sim de uma de suas vacas”.

HISTÓRIAS:

Dizem os “antigos” que Wandick, em sua primeira tentativa de ser prefeito de Bocaiuva, travou uma grande batalha pela Prefeitura Municipal contra o ex-prefeito Geraldo Valle. A época, Geraldo Valle levou a melhor na disputa e conseguiu vencer as eleições. Com vitória garantida, o grupo político vencedor se dirigiu a fazenda do prefeito eleito para comemorar. Entre bebidas, tira gostos e muita farra, eis que aparece na “cancela” o então candidato derrotado Wandick Dumont. Todos se assustaram com a presença “adversária” e os presentes pararam para verem Wandick atravessar toda aquela bagunça indo em direção ao seu rival. Ficaram pensando… “Wandick veio para brigar?”. Não… Na verdade, Wandick se dirigiu ao adversário e com um aperto de mão parabenizou-lhe pela vitória, desejou sorte a administração, depois voltou ao seu veículo e foi-se embora em um gesto nobre e jamais visto entre adverasrios políticos de nossa cidade. Todos ficaram imóveis e em silêncio quando Geraldo Valle apontou o adversário a distancia e disse: “Esse homem nunca mais perde uma eleição”. O prenúncio estava mesmo certo e Wandick, não só foi prefeito de Bocaiuva por três mandatos como também entrou para a história da cidade sendo considerado o maior e melhor prefeito que Bocaiuva já teve.

HOMENAGEM RSENA:

Figuras ilustres e que fizeram história merecem nosso reconhecimento. Wandick Dumont foi e é ilustre no seu modo de ser e sua história se confunde com a história do nosso povo, da nossa cidade. Por isso o mesmo é o homenageado desta semana no Site RSena.

HOMENAGEM DO FILHO GUSTAVO DUMONT AO PAI WANDICK DUMONT.

É seu Wan Dyck, se eu soubesse…
Se eu soubesse que aquele homem, de semblante sereno, 
voz baixa e sorriso fácil não seria imortal.
Se eu soubesse que aquele ser de coração bom, 
de aperto de mão firme, não estaria para sempre entre nós. 
Se eu soubesse que nossas vidas perderiam parte do seu brilho. 
Que Bocaiuva perderia um homem que se doou por este lugar. 
Que perderíamos um prefeito, em que as pessoas confiavam, se sentiam seguras. 
Perderíamos um homem caridoso, alegre, desprovido de quaisquer vaidades.

Ahh seu Wan Dyck… Se eu soubesse que a dor da saudade fosse tão forte, quebraria a lei natural da vida e partiria primeiro. 
Talvez os mais jovens nunca irão entender o que o homem Wan Dyck representou para este lugar . Talvez nem ele mesmo um dia soubesse. Construiu escolas, ruas, avenidas e pontes. As pontes inúmeras de madeira em tempos remotos e outras tantas de concreto. Mas a maior e melhor delas foi à ponte da união. Reconstruiu a história política unindo as pessoas com um pensamento que somente os genuínos homens públicos possuem.
Com a sua partida eu não imaginava a herança que me deixas te. De saber que pelos cantos deste chão Norte Mineiro, és uma referência de retidão, dignidade e bons exemplos. 
Já no alto dos 90 anos, lembro bem quando era cumprimentado, principalmente pelas pessoas mais simples. Colocava a mão no meu ombro e dizia: – Fico feliz, mesmo não sendo mais prefeito e receber o carinho das pessoas. Mal sabia ele que estas pessoas é que sentiam também honradas pela sua atenção. E todas elas contavam alguma estória em que o prefeito Wan dyck, o homem, o amigo estivesse presente. 
E via em seus olhos o brilho, de quem passou por este plano, e cumpriu sua tarefa. Fez o bem. Somente o bem. 
Há quem diga, que ele foi e será o eterno prefeito. O prefeito dos prefeitos. Mas a prefeitura de portas abertas, a prefeitura onde achava o sr Wan Dyck pronto para atender, dos mais letrados aos mais humildes, essa não existe a tempos. 
Na verdade, o cargo de prefeito, nada mais foi do que uma ferramenta para que ele fizesse mais. Para que pudesse construir um futuro digno, onde as pessoas pudessem criar e educar seus filhos em uma terra boa. Essa terra que ele tanto amava e que tanto fez. 
Adversários políticos. Esse termo pra ele não existiam. Eram amigos. Todos. O respeito e a educação sempre foram a pauta principal de sua vida tanto pública quanto pessoal. 
No dia da sua morte, a cidade chorou. Mas chorou por inteiro. Era como se cada família de nossa cidade estivesse perdendo um ente querido. 
Ahhh seu Vandico, como era chamado por muitos, se eu soubesse que nunca mais as coisas seriam as mesmas. Que nunca mais veríamos o bom e velho prefeito descendo a rua com a pastinha debaixo do braço, cumprimentando as pessoas na rua, e diga se passagem, cumprimentando pelo nome. Isso ahh é uma pena, não existe mais. 
Se eu soubesse que tudo passaria de forma tão rápida, eu faria muita coisa diferente. Ame seus pais, abrace os, não tenham vergonha de falar o quanto eles são importante.
Ahh meu amigo, meu prefeito, meu pai…..
Quanta falta você nos faz. 
Por: Gustavo “Tatá” Dumont.

IMAGENS WANDICK DUMONT:

Wandick em momento de descontração.
Wandick em momento de descontração.

 

wandck 03 - Cópia
Wandick e sua tradicional elegância e seu olhar compenetrado.

 

Wandick em visita ao amigo Hidelbrando Figueredo.
Wandick em visita ao amigo Hidelbrando Figueredo.

 

Wandick em momento de descontração com o amigo Nilson Figueredo
Wandick em momento de descontração com o amigo Nilson Figueredo.

 

Wandick e o então Deputado Bernardo Santana ( ao meio um assessor do deputado)
Wandick e o então Deputado Bernardo Santana ( ao meio um assessor do deputado).

 

Wandick e sua esposa Salete Baeta.
Wandick e sua esposa Salete Baeta.

 

Sócrates Dumont (Um dos irmãos de Wandick)
Sócrates Dumont (Um dos irmãos de Wandick).

 

Wandick em uma de suas posses como prefeito de Bocaiuva.
Wandick em uma de suas posses como prefeito de Bocaiuva.

 

Wandick em momento de descontração com os netos
Wandick em momento de descontração com os netos.

 

Wandick com o Advogado Nilson Figueredo
Wandick com o Advogado Nilson Figueredo

 

Além disso, verifique

donagracinhaboc

ELA ERA UMA “GRACINHA”: Em Bocaiuva, Família se despede da fundadora das Padarias “Dona Gracinha”.

Dona Gracinha foi internada no último dia 26/09 na Santa Casa de Montes Claros onde foi ...

2 comentários

  1. Gustavo Dumont

    Realemente Wan Dyck foi um homem alé do seu tempo. Construiu um legado baseado em boas ações, em honestidade em educação e principalmente em em solidariedade. Que nossos atuais sigam seu exemplo.

  2. José Milton da Silva

    Meu saudoso e inesquecível Mestre Wan dick!!
    Quantas saudades, de tantas lembranças da convivência próxima que tivemos desde os meus 5 anos de idade, quando começaste a namorar a minha prima Celeste, que acabara se tornando sua esposa e mãe dos meus primos irmãos Tatá, Duzão e Robertinho. Sem me esquecer é claro, do seu primogênito Wandickinho, filho do seu primeiro casamento e que também veio a se tornar meu grande amigo. Tive o privilégio de conhecer sua mãe, Dona Carlota e também conviver com os seus ilustres irmãos, o Deputado Federal Cícero Dumont, Sócrates, Daniel e Dona Síria, além dos demais membros da família.
    Costumo dizer com muito orgulho, que fui o primeiro “Babá” do Tatá…
    Não tem como esquecer, meu Mestre Wan dick, o período em que logo após o casamento com Celeste, me levaram para morar na sua casa.
    Na época eu contava com apenas 11 anos de idade, e por lá fiquei até os meus 14 anos, quando mudei para São Paulo com os meus pais. Porém, até hoje com os meus 59 anos e cabelos ja esbranquiçados pelo tempo, jamais deixei de frequentar a sua casa com a mesma liberdade e bom relacionamento de sempre.
    Hoje já aposentado, me sinto realizado, por voltar a morar em Bocaiuva desde 2007.
    Se és eterno como o melhor Prefeito para Bocaiuva, além disso, para mim serás sempre o melhor Mestre de bons exemplos e ensinamentos que já tive.
    Eterno sentimento de gratidão a Vc e à Mainha Celeste, pela educação que me passaram!!
    Até breve Mestre Wan dick Dumont!!
    DEUS NOS ABENÇOE E NOS ILUMINE SEMPRE!!
    Ass: José Milton (Tim)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by rsena.com.br